Poema da Semana: “Flores Secas”

dry_flowers

Versão na Língua Inglesa

Deixe-me,
Nada que possas dizer irá me curar
Estou mortalmente ferido por dentro

Esqueça-me,
Nada que possas fazer me trará de volta
Estou fora do teu alcance

Vá embora,
Não quero que ouças os sons do meu coração vazio
Feche os olhos,
Não quero que vejas as lágrimas em minha face cansada
Não me toque,
Não quero que sintas o quão fraco sou sem ti

Não quero saber porque deixaste de me amar
Não quero saber porque violetas se transformaram em flores secas

Eu só queria a ti no final das contas

©2004 Eduardo Magela Rodrigues

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s