Dica de Álbum: “Chaos A.D.”, Sepultura

chaos-ad

Lançado em 1993, “Chaos A.D.” é o quinto álbum de estúdio da banda brasileira Sepultura. Na minha opinião, este é o melhor disco do grupo que nasceu em Belo Horizonte, pelo peso e sonoridade, que beiram o metal industrial. Como em qualquer grande álbum, é difícil escolher as melhores faixas, pois o disco merece ser ouvido na íntegra. De qualquer forma, destaco “Territory”, “Slave New World” e “Nomad”. Sem dúvidas, um dos melhores álbuns de metal da história!

Anúncios

Dica de Álbum: “Countdown to Extinction”, Megadeth


Lançado em 1992, “Countdown to Extinction” é o meu álbum preferido do Megadeth, com a – na minha opinião – melhor formação da banda. O disco, que foi indicado para o prêmio de “Melhor Desempenho de Metal” no Grammy Awards de 1993, é uma aula de thrash metal de um conjunto que já entregou outros álbuns memoráveis. Além dos clássicos instantâneos como “Symphony of Destruction” and “Sweating Bullets”, destaco a faixa-titulo e “Psychotron”. Pesado como geladeira!

Dica de Álbum: “Hardwired… To Self-Destruct”, Metallica

hardwired

Lançado em novembro de 2016, o décimo álbum de estúdio do Metallica confirma o retorno à boa fase da banda norte-americana, que após o decepcionante “Saint Anger”, foi retomado pelo ótimo “Death Magnetic“. Pesado e veloz, “Hardwired… To Self-Destruct” mostra que o Metallica ainda tem muita gasolina no tanque. Destaque para a faixa-título, “Atlas Rise” e “Moth Into Flame“.

Música da Semana: “Orion”, Metallica


Parte do lendário álbum “Master of Puppets“, lançado em 1986, “Orion” é – na minha opinião – a melhor música instrumental composta por uma banda de metal. A faixa marca o Metallica em sua melhor fase e, infelizmente, o último disco do sensacional baixista Cliff Burton. O vídeo compartilhado acima foi feito por um fã da banda, com imagens retiradas do documentário “Journey to the Edge of the Universe“, produzido pelo canal National Geographic.

Show!

Dica de Álbum: “Chaos A.D.”, Sepultura

chaos ad

Lançado em 1993, “Chaos A.D.” é o quinto álbum de estúdio da banda brasileira Sepultura. O álbum veio na esteira dos clássicos “Beneath the Remains” e “Arise“, marcando a melhor fase da banda. Pela alta qualidade do disco, é complicado indicar as melhores faixas, mas, na minha opinião elas são “Nomad“, “Slave New World” e “Territory“.

Música da Semana: “Stronger than Hate”, Sepultura


Integrante do álbum “Beneath the Remains“, de 1989, esta música do Sepultura tem, na minha opinião, um dos melhores riffs do thrash metal. O álbum, na verdade, contém outros clássicos da banda mineira e abre uma sequência extraordinária composta por “Arise” e “Chaos A.D.“. Para os fãs de música pesada, uma faixa que não pode faltar nas playlists.

Música da Semana: “Nomad”, Sepultura

Para mim, o Sepultura atingiu seu auge com o álbum “Chaos A.D.“, que seguiu os clássicos “Beneath the Remains” e “Arise“. Misturando o peso dos álbuns anteriores com elementos do metal industrial, o Sepultura se colocava no mesmo patamar de monstros do thrash metal mundial, como “Metallica“, “Megadeth” e “Slayer“. Com uma letra bastante política, “Nomad” é uma das minhas favoritas deste álbum.

Música da Semana: “Whiplash”, Metallica

Presente no álbum “Kill’em All“, o primeiro de banda americana Metallica e lançado em 1981, “Whiplash” é um petardo clássico do thrash metal. Crua e veloz, a faixa termina com um solo empolgante, originalmente composto por Dave Mustaine, hoje no Megadeth. Não dá pra comentar muito, o negócio é escutar e verificar porque, mesmo 35 anos depois, ela é um dos hinos do metal.